MagocomQuinta-Feira, 30 de Outubro de 2014 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor











Busca

Blog do editor < Voltar

Blog do editor

Magnho José

 

‘Projeto do Jogo’ já tem relator na CDR do Senado 30/10/2014 13:37:23

O senador Benedito de Lira votou a favor da Subemenda Aglutinativa ao Projeto dos Bingos nô Planário da Câmara dos Deputados

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo – CDR do Senado Federal, senador Antônio Carlos Valadares (PSB/SE) designou nesta quarta-feira (29), o senador Benedito de Lira (PP-AL) como relator do PLS 186/2014 ('Projeto do Jogo') de autoria do senador Ciro Nogueira (PP-PI), que legaliza todas as modalidades de jogos no Brasil. (veja a íntegra do texto)

Após a aprovação do relatório do senador alagoano na CDR (veja composição), a proposta terá que ser apreciada nas Comissões de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática – CCT; Comissão de Assuntos Econômicos – CAE e Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJ, em decisão terminativa (sem a necessidade de ir a ao Plenário).

Votaram a favor do Projeto dos Bingos em 2010

Além do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Benedito de Lira (PP-AL) também votou a favor da Subemenda Aglutinativa ao Projeto de Lei 2944/04 (‘Projeto dos Bingos’) na Câmara dos Deputados, em dezembro de 2010, quando ainda eram deputados.

[0] Comentários

Caixa e Ministério da Fazenda participam do Congresso Anual da WLA 30/10/2014 13:36:23

Apesar de Brasil e Argentina terem sido responsáveis pelos melhores resultados em vendas de loterias entre os associados da WLA no primeiro semestre deste ano, nenhum representante dos dois países terá a oportunidade de palestrar na programação do ‘World Lottery Summit 2014’

O Congresso Anual da World Lottery Association – WLA, o ‘World Lottery Summit 2014’, será realizado em Roma, na Itália, de 2 a 5 de novembro, no Rome Cavalieri. Com o tema ‘Todos os caminhos levam a Roma’, o encontro da WLA terá um programa com palestras e exposições de produtos e serviços inovadores para o setor de loterias.

O Brasil estará enviando representantes da Caixa Econômica Federal e do Ministério Fazenda para participar do Congresso Anual da WLA. Estão confirmadas as presenças do vice-presidente de Loterias e Fundos da Caixa, Fábio Cleto; do superintendente Nacional de Loterias da Caixa, Gilson Braga; do gerente Nacional de Loterias da Caixa, Edilson Carrogi e da assistente da Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda – SEAE, Talita Nunes de Paiva. Parte das viagens será patrocinada pelo Fundo de Desenvolvimento de Loterias (FDL).

Durante o Congresso também será realizada a Assembleia Geral Bienal da WLA e as reuniões regionais. Como a CIBELAE tem assento permanente na WLA, o Uruguai estará participando, pois a Dirección de Loterías y Quinielas do Uruguai preside a CIBELAE.

Um dos eventos tradicionais da World Lottery Association - WLA é o prêmio para o melhor filme publicitário das loterias membros da WLA. Clique aqui para informações adicionais da WLA-2014 (em quatro idiomas: inglês, Espanhol, Francês e Alemão). Clique aqui para ver o Programa da WLA – 2012.

Comento

Apesar de Brasil e Argentina terem sido responsáveis pelos melhores resultados em vendas de loterias entre os associados da WLA no primeiro semestre deste ano, nenhum representante dos dois países terá a oportunidade de palestrar na programação do ‘World Lottery Summit 2014’. O único representante da América Latina que vai participar de um painel será Luis Gama, Diretor da Dirección de Loterías y Quinielas do Uruguai e presidente da CIBELAE.

[0] Comentários

Caixa trata caso Embraforte em Minas Gerais como ‘angu com caroço’ 30/10/2014 13:33:21

Caixa alega que enviou comunicado a rede lotérica sobre a suspenção do contrato com a empresa em outubro, mas lotérico informa que só recebeu em 22 de novembro

Em nova reportagem veiculada pelo Jornal da Alterosa de Belo Horizonte, o empresário Marco Antônio Lana de Araújo da ‘Cid Loterias’ volta a acusar a Caixa Econômica Federal por não ter sido alertado sobre a rescisão do contrato com a transportadora de valores Embraforte em outubro do ano passado. No pedido de entrevista da jornalista, a própria assessoria da Caixa tratou o tema como “um verdadeiro angu de caroço” e que o banco não deveria atender a reportagem. 

Segundo a TV Alterosa, os furtos aos lotéricos ocorreram em novembro do ano passado e, em outubro, os bancos também foram vítimas do mesmo crime, inclusive a própria Caixa, que relatou a informação para a reportagem.

A Caixa alegou que enviou um comunicado aos donos de lotéricas para que eles suspendessem os serviços da transportadora de valores, já que havia rescindido todos os contratos com a empresa, mas de acordo com o lotérico Marco Antônio Lana de Araújo, a Caixa só enviou o aviso no dia 22 de novembro, quando ele já havia sido furtado pela Embraforte, além disso, no documento não constava o motivo da suspenção do contrato.

“Até então a Caixa sempre nos diz como parceira e, de repente a nossa parceira, se tinha acontecido alguma coisa com ela, tenho a convicção que deveria ter nos informado antes, conforme você está me informando em outubro. Então em novembro nós não teríamos sido lesados se tivéssemos esta informação”, comentou Marco Antônio.

Segundo o boletim de ocorrência, o empresário da Cid Loterias Ltda teve R$ 73 mil apropriados indevidamente pela Embraforte. O fato já tinha sido denunciado em outra reportagem da TV Alterosa.

Vigilantes que ficaram sem receber denunciam Embraforte

Segundo a reportagem, a Embraforte que é investigada pelo furto de dinheiro de lotéricas e bancos também foi acionada, na Justiça, pelo sindicato dos vigilantes do estado. Cerca de 180 trabalhadores que prestaram serviço para a empresa de transporte de valores, em contrato com a CBTU, ficaram sem receber, quando ela fechou as portas no início deste ano. Clique aqui e veja a íntegra da reportagem exclusiva do Jornal da Alterosa.

[0] Comentários

Senador propõe identificação de apostador da loteria para coibir lavagem de dinheiro 30/10/2014 13:26:30

Projeto do senador Humberto Costa (PT-PE) tem o objetivo de dificultar a lavagem de dinheiro por meio das loterias

Projeto do senador Humberto Costa (PT-PE) tem o objetivo de dificultar a lavagem de dinheiro por meio das loterias. A principal mudança proposta pelo PLS 163/2011 é a identificação dos apostadores nas loterias administradas pela Caixa Econômica Federal. A identificação seria feita por meio do número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) no bilhete.

Na avaliação do senador, a falta de exigência de identificação do apostador tem possibilitado a utilização das loterias pelo crime organizado. No esquema, o dono ou funcionário da lotérica aborda o ganhador e oferece comprar o bilhete premiado por um valor maior que o do prêmio. Assim, o dinheiro sujo é transformado em “limpo”, como se fosse proveniente da premiação.
“Além de dificultar a lavagem de dinheiro por meio dos prêmios da loteria, a medida proposta contribuirá para dar mais transparência à atividade lotérica no Brasil e facilitar a identificação de apostadores premiados descuidados, que poderão ser informados sobre os prêmios não reclamados, até mesmo no caso de terem perdido o bilhete premiado”, argumenta o senador na justificação do projeto.
Para o senador, o argumento de dificuldade na operacionalização das mudanças não convence, dado o atual estágio de desenvolvimento tecnológico. No entendimento do senador, o atual sistema poderia ser adaptado para incorporar a leitura óptica, o que evitaria o aumento do tempo de atendimento nas lotéricas.
O projeto também assegura o sigilo sobre a identidade dos ganhadores dos prêmios. A medida pode resguardar esses ganhadores da ação de criminosos que se aproveitem da divulgação para planejar sequestros, por exemplo.
O texto tramita em conjunto com o PLS 311/2010, do ex-senador Sérgio Zambiazi, que não obriga, mas permite a identificação do apostador por meio do CPF. Os projetos estão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e ainda terão de passar pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). (Agência Senado)

[0] Comentários

SuperXcap monta uma lotérica no programa “A Praça é Nossa” 30/10/2014 13:25:59

A promoção consiste na montagem de uma lotérica como cenário fixo no programa “A Praça é Nossa”

Desde o início de outubro, que a Caixa Capitalização iniciou o projeto “Lotérica na Praça” para promover os produtos SuperXcap e Seguro Amparo.

A promoção consiste na montagem de uma lotérica como cenário fixo no programa “A Praça é Nossa” para divulgar os seguros. O programa, que é exibido às quintas-feiras no SBT, terá toda semana ações de merchandising na programação, alternadamente, dos produtos. Também foi criado um quadro específico e personagens exclusivos para as ações de merchandising e inserções comerciais determinadas nos intervalos do programa.

As imagens ao lado mostram como ficou o cenário e os personagens em ação na gravação, sendo que o primeiro programa com a lotérica está previsto para esta quinta-feira (30).

[0] Comentários

Cassinos de Portugal apostam que vão perder 6% em 2015 com o jogo online 30/10/2014 13:25:21

O jogo em cassino está em queda há seis anos

Cassinos de Portugal apostam que vão perder 6% em 2015 com o jogo online

Após terem perdido 40% de receitas desde 2008, os cassinos portugueses deverão fechar este ano com uma queda de apenas 3%. Mas o ritmo da desvalorização do negócio deverá duplicar com a legalização do jogo online.

O jogo em cassino está em queda há seis anos. Desde 2008, tem registrado quedas: as receitas sofreram uma perda acumulada da ordem dos 40%, levando as concessionárias a registar prejuízos. (Negócios PT - Rui Neves)

[0] Comentários

Veja Mark Wahlberg no primeiro trailer do remake de O Jogador 30/10/2014 13:24:01

Na trama Jim Bennett (Mark Wahlberg) é um professor universitário cujo vício em jogo faz com que sua vida fuja do controle

A Paramount Pictures divulgou o primeiro trailer de “The Gambler”, remake do filme “O Jogador” (1974). Marcado pela repetição de palavrões, a prévia destaca o protagonista Mark Wahlberg (“Ted”), que aparece num cassino para ser confrontado por John Goodman (“Inside Llewyn Davis”), numa discussão a respeito de uma dívida de US$ 2,5 milhões, enquanto flashes de violência irrompem no vídeo.

Escrita por William Monahan (“Os Infiltrados”), a trama do remake vai acompanhar Jim Bennett (Wahlberg, no papel originalmente interpretado por James Caan), um professor universitário cujo vício em jogo faz com que sua vida fuja do controle. O elenco também inclui Brie Larson (“Anjos da Lei”), Jessica Lange (série “American Horror Story”) e Michael Kenneth Williams (série “Boardwalk Empire”).
O projeto, que chegou a ser desenvolvido por Martin Scorsese (“A Invenção de Hugo Cabret”), tem direção de Rupert Wyatt (“Planeta dos Macacos: A Origem”). “The Gambler” estreia em 19 de dezembro nos EUA e apenas em 23 de abril no Brasil. (Pipoca Moderna - Wilson Vianna)

[0] Comentários

Ex-dealer e atual presidente do LAPT, David Carrion fala como o Brasil pode usar suas cartas 30/10/2014 13:23:02

Em entrevista ao portal SuperPoker, David Carrion conta como nasceu um dos executivos mais importantes da indústria do poker mundial

Dealer é o profissional de poker que organiza todo o jogo na mesa: conta às fichas, embaralha, dá as cartas e conduz as jogadas. Ele sabe tudo o que acontece, está sempre prestando plena atenção, e, muitas vezes, é o primeiro a notar que aquele ali à mesa será o grande campeão do torneio. Isso porque ele vê as pilhas de fichas, os tais stacks, crescerem, e vê como o jogador usa suas chances.

Usando as habilidades do dealer, o ex-dealer e hoje presidente do LAPT (Latin America Poker Tour), David Carrion, vê inúmeros jogadores à mesa: Argentina, Chile, Panamá, Uruguai e muitos outros, mesmo fora da América Latina. No próximo mês, Carrion, que é espanhol, vai ver o Brasil jogar. Isso porque em novembro, além de Bruno Foster na final do mundial contra o também espanhol Andoni Larrabe, ele verá o BSOP (Brazilian Series of Poker) Millions, um monstruoso evento de poker que terá 37 torneios e pelo menos R$ 5 milhões em prêmio - o maior mundial de poker fora de Las Vegas.

O alto executivo da indústria de poker, no entanto, não acredita que este cenário, os números recente ou mesmo os famosos nos campeonatos se tratem de um boom. Esta é a realidade.

Jogado com emoção, onde os jogadores têm torcidas, e até Neymar está na torcida, o poker brasileiro só precisa saber aproveitar os momentos certos para crescer seus stacks, chegar à TV aberta para ficar e mostrar o que tem para oferecer quando aparecem as chances de ser notícia nacional.

Em entrevista ao portal SuperPoker, David Carrion conta como nasceu um dos executivos mais importantes da indústria do poker mundial, como ele vê o choque cultural entre os jogadores em torneios internacionais e como vai o crescimento do poker brasileiro aos olhos de uma das principais organizações do esporte no mundo.

SuperPoker - Mas e se nunca estivéssemos na mesa final? Precisaríamos de mais um Ronaldo?

- Conhecendo a cultura brasileira e conhecendo o situação do poker no Brasil, é muito bom onde está. Esta muito bem integrado ao Ministério dos Esportes, à televisão e muito reconhecido a nível social. Se o Brasil tiver um campeão do mundo, pode-se produzir um boom grande. O Ronaldo não foi um boom em si mesmo. Ele contribui para que o esporte mantenha seu desevolvimento e se firme. Com a conquista do mundial com o André Akkari que o poker foi ganhando cada vez mais forma e tamanho. Um boom é quando passa de dez a cinquenta, de dez a cem. Mas agora é um crescimento estável, com saúde. O BSOP cresce muito estável, a aceitação no Brasil segue estável, o BSOP Millions do ano passado foi incrível. Creio que este ano vai ser muito grande. Que bom que Ronaldo está aí, que Foster está aí. Mas o grande desafio do poker no Brasil, na minha opinião, é ficar na televisão aberta, aparecer na Globo, para todo mundo.

Clique aqui e confira a íntegra da entrevista exclusiva de David Carrion ao SuperPoker.

[0] Comentários

Claudete Troiano é confundida com detenta 30/10/2014 13:22:14

Claudete Troiano

Na semana passada, a apresentadora Claudete Troiano foi envolvida em uma confusão. Ela foi confundida com uma detenta em um bingo. A polícia de São Paulo interditou o estabelecimento da cidade e mais de 150 pessoas foram parar na delegacia.

Uma mulher chamada Claudete Soares foi confundia com Troiano. Amigos se assustaram e começaram a ligar para a apresentadora, que ficou sem entender o que estava acontecendo. Foram criados boatos de que ela teria saído do local com um lenço enrolado na cabeça, para que não fosse reconhecida.
Na ocasião, Claudete estava no município de Cunha, no Interior de São Paulo, gravando os especiais de fim de ano do "Santa Receita", programa que ela apresenta da "TV Aparecida". (Diário da Manhã - Ludmilla Moreira - GO)

[0] Comentários

Comerciante que fez bingo de frango assado é absolvido por insignificância 30/10/2014 13:20:48

A falta de prejuízo econômico e de lesão social impedem que uma pessoa responda criminalmente por ter promovido um bingo. Esse foi o entendimento da juíza Camila Paiva Portero, da 1ª Vara Criminal de Araçatuba (SP), ao absolver um comerciante que virou alvo de Ação Penal por ter organizado um bingo cujo prêmio era um frango assado, no valor de R$ 8.

Ele vendia as cartelas a R$ 0,50 para atrair clientes ao seu restaurante. O defensor público Diogo Cesar Perino, que atuou no caso, alegou que a conduta é insignificante e, por isso, não justifica a atuação do Direito Penal. Segundo ele, a realização de bingos sem objetivo de lucro é uma prática arraigada na cultura nacional.

“Diversas igrejas e demais instituições assistenciais buscam angariar fundos para suas atividades por meio de bingos. (...) Isso sem considerar todos aqueles que, costumeiramente, se reúnem em casas de família para a prática de jogos de azar — carteados em geral — abrangendo parentes e amigos, com pequenas apostas. (...) O bom senso impede que se busque criminalizar essas atividades. Tais condutas são plenamente aceitas em qualquer meio social”, afirmou o defensor, no processo.

Ao avaliar o caso, a juíza reconheceu que o réu queria apenas atrair mais clientes e que a premiação foi pensada como forma de entretenimento. “Referido comportamento é recorrente e mais que aceito no seio da comunidade e, portanto, carece de relevância ante a ausência da lesividade econômica e social. (...) Não se pode criminalizar e punir certas condutas quando o descompasso que há entre o tipo penal incriminador e o socialmente tolerado é gritante”, afirmou. O número do processo não foi divulgado. (Com informações da Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública de SP - Revista Consultor Jurídico)

[0] Comentários

Sugestões do JCSP à proposta de Instrução Normativa que substituirá a IN 48 30/10/2014 12:41:43

O Jockey Club de São Paulo disponibiliza ao público turfista e aos profissionais diretamente ligados ao Turfe, as suas sugestões e contribuições, acompanhadas das respectivas justificativas, à Consulta Pública que trata sobre a Instrução Normativa que substituirá IN 48.

Com a divulgação irrestrita de seus procedimentos, o Jockey Club de São Paulo objetiva garantir a transparência necessária ao processo, que servirá para balizar o negócio Turfe. Clique aqui e veja as sugestões com as respectivas justificativas.

[0] Comentários

Americano ganha 2 prêmios de US$ 390 mil no mesmo sorteio de loteria 30/10/2014 12:40:49

Kenneth J. Stokes ganhou dois prêmios no mesmo sorteio da loteria de Massachusetts (Foto: Divulgação/The Lottery)
Um americano de Massachusetts ganhou na última segunda-feira (20) dois prêmios de US$ 390 mil (mais de R$ 960 mil) no mesmo sorteio da loteria do estado. Além do bilhete que ele mesmo tinha preenchido, ele tinha uma segunda aposta que havia ganhado de presente de um parente, de acordo com a loteria de Massachusetts.
Kenneth J. Stokes, da cidade de Norwood, retirou seu prêmio na quinta-feira (23).
Por coincidência, o bilhete que ganhou de presente apostava nos mesmos seis números que ele havia escolhido. Eles representavam uma combinação de datas de aniversário de seus familiares.
Stokes comprou seu bilhete em Boston, enquanto o segundo foi comprado em Norwood.
O prêmio pagaria US$ 25 mil para cada ano de vida, mas Stokes escolheu recebê-lo de uma vez, e retirou dois cheques de US$ 390 mil cada.
De acordo com a loteria, o americano planeja usar o dinheiro com uma viagem para toda a família e para pagar as mensalidades da faculdade de seu filho e parcelas de financiamento do carro da filha. (Do G1, em São Paulo)

[0] Comentários

PT completará 16 anos no poder com a reeleição de Dilma 27/10/2014 13:04:57

A presidente reeleita Dilma Rousseff comemorou a vitória ao lado do senador Ciro Nogueira (autor do 'Projeto do Jogo') e do ex-presidente Lula

Dilma Rousseff foi reeleita neste domingo para o 4º mandato seguido do Partido dos Trabalhadores. A presidente venceu Aécio Neves, do PSDB, no mais apertado resultado de uma eleição presidencial desde a redemocratização.

O BNL acredita que a reeleição da candidata do PT reacende as chamas da esperança para a tão sonhada regulamentação dos jogos. Mas também temos que registrar o sentimento de desconfiança que o setor alimenta pelo partido da presidente, devido ao grande retrocesso que o setor amargou. Além de um período de promessas e desconfianças durante os três governos do PT a frente do Palácio do Planalto.

Atualmente, Dilma Rousseff tem conhecimento do tamanho do mercado de jogo e loteria no país e o que estas atividades poderiam representar economicamente para os cofres do governo. Além do potencial do mercado, a presidente também sabe do PLS 186-2014, o 'Projeto do Jogo', apresentado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI) e que tem o objetivo de regulamentar a exploração de jogos de azar em todo o território nacional.

Reiteramos que o setor depende mais do legislativo do que do executivo, mas a opinião da presidente será importante para a tramitação dos projetos de lei que poderão criar um marco regulatório para o setor no Congresso Nacional. Além disso, o ocupante do Palácio do Planalto será responsável pela sanção da lei e responsável pela edição do decreto regulamentador com as regras das operações.

O setor terá que mudar o enfoque na busca da regulamentação e, ao invés de pedir ou de esperar pela generosidade dos atores políticos, os representantes devem informar e esclarecer o que a regulamentação deste mercado poderá ofertar para o Estado e sociedade.

A economia brasileira vai necessitar dos recursos provenientes do jogo legal, já que o potencial do mercado de apostas no Brasil é de R$ 45 bilhões anuais e o governo poderá arrecadar cerca de R$ 15 bilhões com jogos e loterias. Este valor é muito próximo dos R$ 17,7 bilhões distribuídos pelo governo Dilma aos beneficiários do Bolsa Família neste ano.

[3] Comentários

Setor terá que fazer política para obter a regulamentação 27/10/2014 13:03:50

O processo poderá ser facilitado pelo fato do senador Ciro Nogueira ser da base do governo e seu partido ter integrado a coligação que reelegeu a presidente Dilma

Atualmente, existem dezenas de projetos de lei tramitando no Congresso Nacional, mas o setor deverá focar em cinco propostas que estão com suas tramitações avançadas e que poderão criar um marco regulatório definitivo para os jogos.

O PLS 186-2014, o 'Projeto do Jogo', apresentado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI) e que regulamenta a exploração de jogos de azar em todo o território nacional poderá ser a matéria que vai aglutinar todas as outras propostas. O processo deverá ser facilitado pelo fato do senador Ciro Nogueira ser da base do governo e seu partido ter integrado a coligação que reelegeu a presidente.

Além disso, os interessados deverão procurar os 223 novos deputados eleitos (198 novatos e 25 já eleitos em outras legislaturas), os 290 reeleitos, os 27 novos senadores e os 54 restantes para modificar a visão míope com relação ao potencial do mercado de jogos e oferecer informações sobre controles e fiscalização desta atividade. 

O setor também terá o desafio de esclarecer aos atores políticos que o jogo não é nocivo para a sociedade, como os contrários insistem em ‘demonizar’ esta atividade para que ela não seja regulamentada no país, mantendo o cenário de ilegalidade. O Congresso Nacional terá que amadurecer e enfrentar a questão do jogo de forma pragmática, sem o envolvimento de questões de ordem moral ou religiosa.

[3] Comentários

Parte dos lotéricos se posicionou pelo candidato do PSDB 27/10/2014 13:02:34

Os dirigentes da Caixa Econômica Federal terão uma tarefa política a partir da reeleição da presidente Dilma Rousseff: reconquistar a classe lotérica. A maioria dos empresários lotéricos, incluindo alguns dirigentes, se posicionou contrária à reeleição da presidente. Nos dias que antecederam o segundo turno, alguns chegaram a se manifestar por escrito a favor da eleição do candidato do PSDB, Aécio Neves.

[0] Comentários

Turfe também apoiou Aécio Neves 27/10/2014 13:02:03

Uma grande parte da comunidade turfística também apoio o candidato do PSDB, Aécio Neves.

O site Raia Leve da Associação Carioca dos Proprietários do Cavalo Puro-Sangue Inglês, veiculou o editorial ‘Aécio Neves – A oportunidade que o TURFE BRASILEIRO precisa ter’.

[0] Comentários

Polícia estoura bingo e apresentadora Claudete Troiano sai enrolada em lençol 27/10/2014 13:01:20

Claudete Troiano foi mais uma vítima da falta de regulamentação dos jogos e do trinômio criminalização, perseguição policial e penas indiscriminadas

A coluna do Leo Dias do jornal O Dia do Rio de Janeiro revela que na noite da última quinta-feira(21), a polícia de São Paulo invadiu um bingo na região de Santo Amaro e prendeu cerca de 150 pessoas que estavam lá dentro. Não, caro leitor. Você não está na página errada. O que ninguém disse ainda é que a apresentadora Claudete Troiano estava no local.

Para não ser reconhecida, ela saiu encolhida, coberta por uma toalha da mesa do bingo. A polícia disponibilizou dois ônibus para levar os apostadores para a delegacia. Não tá fácil pra ninguém…

[1] Comentários

Forte apoio internacional a SAGSE América Latina 27/10/2014 13:00:33

Será realizada entre os dias 11 e 13 de novembro, no Centro de Convenções Costa Salguero, a 22 ª edição da SAGSE América Latina. Segundo os organizadores, foram distribuídos 20 mil convites para centenas de países e as empresas já têm seus projetos de estandes e planos de marketing prontos para atender mais de 7 mil empresários durante os três dias de exposição da principal feira da América Latina. 

Além de contar com a presença da indústria do jogo, este será um ano cheio de eventos exclusivos para o setor, a primeira edição da SAGSE University, a Formação de JCM, o GGW (evento da Mulher do Jogo) e muitas outras surpresas.

Como é sabido, este é um ano atípico, onde as empresas mais ágeis assumiram a liderança. "Crises representa oportunidade", e muitas empresas têm entendido que é um momento de grande oportunidade. Não tem como esquecer que a SAGSE América Latina reúne os principais operadores da região.

Os organizadores estão empenhados em continuar apoiando as empresas e o setor por muitos anos. “Este é um ano em que toda a indústria poderá avançar, trabalhando em conjunto para o futuro. Não semear hoje significa não colher, nem a curto ou médio prazo. O mercado de jogos esta ativo com um importante presente e frutífero futuro, e isso pode ser visto claramente”, informa o comunicado da SAGSE.

As seguintes empresas já estão confirmadas: Asociación de Loterías, Quinielas y Casinos Estatales de Argentina (ALEA), ALEARA, ALAJA, Affiliated Marketing Group, Alfombras Atlantis, All In Santa Fe, Aristocrat Technologies Inc., ASAP Comercio Exterior, Bacigaluppi, BCM, Belatra Games, Bet 11 28, BetConstruct, Betradar, Bingo Boom Ltd., Boldt S.A., Cámara de Agencias Oficiales de Lotería Nacional, Cámara de Agentes Oficiales de Loterías y Afines Bonaerenses, Casino International Americano, Casino Magazine, Chem-Tronic, CIBELAE, Cirilo Ayling, Clarion Events, Copag da Amazonia, Dayco Gaming, Ding News, DLV Perú, Ed Roberts, Electro Chance, ENADA, Entretenerse, EGT, EveryMatrix, Federación Argentina de Cámaras y Asociaciones de Lotería, Quiniela y Afines (FACALQA), Foster Casino Suppliers, G2E, Game Time International (GTI) / Haw Tian Co., Ltd., Games Magazine, Gaming Laboratories International (GLI), Goody Group - Uniformes & Mantelería, Hostnews, IGT, Insert Coin, Instituto de Capacitación para el Trabajo (ICAT), Instituto Provincial de Lotería y Casinos (IPLyC), Intercron, JCM Global, Key Vigilant, Konami, Lotería Nacional, Madex Game Engine, Manar Industries, Molina International, Multitech Games, Oficina Comercial Taiwan, Permaquim, Prosegur, Quini 6, Revista Casino Turismo y Entretenimiento, SAGSE Central America, Selton, Sielcon, Sirplay, Skilrock Technologies, SoloAzar, The Bright Group, TransAct Technologies, UB Gaming, Unity Technologies, VEC - Carpet Cleaner GMBH Austria, Yogonet Group e a Zitro.

Os interessados poderão se registrar on-line através do endereço eletrônico www.monografie.com ou se desejar ocupar espaço na exposição, poderá fazê-lo através do e-mail info@monografie.com ou alan@monografie.com.

[0] Comentários

ZITRO prepara para revolucionar na SAGSE 27/10/2014 12:59:36

Chega a Argentina a maior novidade da história da Zitro que está revolucionando o mercado mundial de videobingo.  

“Zitro Revolution” será apresentado na SAGSE Buenos Aires 2014 com todas as suas estreias incluindo os jogos comunitários, novos recursos e, é claro, os títulos inéditos.

Novamente, a Zitro estará presente com um estande próprio neste importante evento apresentando suas novidades globais, especialmente preparadas para o mercado latino-americano, que são resultado dos constantes esforços da empresa em I+D  para que seus produtos resultem os mais divertidos, emocionantes e rentáveis.

O estande da empresa do brasileiro Johnny Ortiz será o de número 306 no Centro de Convenções Costa Salguero, em Buenos Aires.

[0] Comentários

Hard Rock Hotel e Cassino será construído em Ciudad del Este 27/10/2014 12:58:20

Está confirmado: Hard Rock Hotel e Cassino será em Ciudad del Este. Para a nossa alegria, já não é mais boato!

Na manhã desta sexta-feira (24), autoridades do Paraguai juntamente com os representantes da Latin America Gaming Group confirmaram a construção do hotel Hard Rock na fronteira.

O empreendimento será construído na cidade vizinha em uma área total de 30 mil m2. O hotel terá 250 quartos, um centro de eventos para 2.500 pessoas e 3 restaurantes temáticos em um investimento de U$ 70 milhões. (ClickFoz)

[0] Comentários

Próxima >>