MagocomSegunda-Feira, 27 de Abril de 2015 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor











Busca

Blog do editor < Voltar

Blog do editor

Magnho José

 

Otávio Leite é o autor da emenda sobre loterias e apostas 27/04/2015 12:45:24

Otávio Leite apresentou Emenda a Medida Provisória com a criação da Loteria Instantânea Exclusiva – LOTEX, isenção do Imposto de Renda da Timemania e criação das apostas esportivas

É de autoria do ex-relator da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte – LRFE na Câmara e atual relator da PROFUT, deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) uma Emenda Substitutiva Global a Medida Provisória com vários itens da LRFE, inclusive repete o Capítulo VI – Das Loterias, que prevê a criação da Loteria Instantânea Exclusiva – LOTEX, com payout de 65%, sendo que 9% ao Ministério do Esporte para serem aplicados em projetos de iniciação desportiva escolar, 5% para programas de iniciação esportiva escolar disponibilizado para a rede pública de ensino, e organizados por entidades de prática desportiva, 18% para despesas de custeio e manutenção, 3% para o Fundo Penitenciário Nacional – FUNPEN. Também foi mantida a isenção de Imposto de Renda sobre as apostas da Timemania, destinando 46% para a premiação da modalidade.

Além disso, a proposta também autoriza o governo a instituir modalidade de loteria por cota fixa on line (apostas esportivas), ou por meio de outros canais, sobre o resultado de atividades esportivas de qualquer natureza vinculadas a entidades legalmente organizadas, desde que esteja disponível tecnologia necessária.

Clique aqui e confira a íntegra da emenda do deputado Otávio Leite a Medida Provisória  671/15, a MP do Futebol.

[2] Comentários

Presidente da LOTERJ sugere emenda a Otávio Leite 27/04/2015 12:44:32

O presidente da LOTERJ, Sergio Ricardo de Almeida sugeriu ao deputado Otávio Leite uma emenda para melhorar as operações das loterias estaduais do país

Através do Ofício/LOTERJ datado de 6 de abril, o presidente da Loteria do Estado do Rio de Janeiro, Sergio Ricardo de Almeida sugere ao deputado Otávio Leite uma proposta de emenda aditiva a Medida Provisória - MPV n.º 671, de 2015 para melhorar as operações das loterias estaduais do país, além da isenção de imposto de renda.

No documento, que o BNL teve acesso, o presidente da LOTERJ faz uma apresentação da legislação vigente no país e a ausência de previsão constitucional de monopólio da União para sua exploração. O dirigente também comenta que a legislação vigente sobre loterias remonta a decretos-leis dos períodos ditatoriais de 1944 e 1967, e destaca a necessidade de tratar “isonomicamente os Estados Federados e dar fim a tortura e arbítrio, perpetrado contra o pacto federativo, que culminou no encerramento de diversas loterias estaduais, cerceadas ou impossibilitadas de exercer seu relevante papel social, o que permanece latente nos dias atuais, pela omissão legislativa, instando a devida e indispensável reparação”.

A sugestão do presidente da LOTERJ é que o parlamentar acate a sua emenda sobre loterias um artigo que melhore as condições de operação das loterias estaduais com a seguinte redação: “Fica igualmente assegurado às loterias estaduais e do Distrito Federal, ratificadas pela União, os mesmos direitos a exploração do serviço público de loterias e isenção de imposto de renda, dos prêmios de loteria, no âmbito dos seus respectivos territórios, nos termos do art. 25 da Constituição.”.  

[0] Comentários

Casino Las Palmas renova sua confiança nos videobingos da Zitro 27/04/2015 12:43:38

A Zitro incorporou nas últimas semanas os jogos Revenge, Multi Victory e Da Vinci ao mix de produtos do Casino Las Palmas

O Casino Cirsa Las Palmas, que desde o ano passado já contava com a Zitro como fornecedora exclusiva de videobingo, incorporou nas últimas semanas os jogos Revenge, Multi Victory e Da Vinci ao mix de produtos.

A renovação que a Cirsa começou no final do ano passado nas instalações do seu cassino insular, foi complementada com o lançamento destes três jogos de sucesso e popularidade comprovada.

A nova oferta de videobingo do Casino Las Palmas está gerando em seus primeiros dias de operação um ambiente animado, divertido e cheio de prêmios para jogadores. Além disso, estes novos equipamentos desempenham um papel de destaque no calendário de torneios gratuitos que o Casino Las Palmas programa mensalmente durante o ano de 2015.

Zitro continua sua expansão na Argentina

Os Bingos Moreno e Luján, da província de Buenos Aires, já dispõem das máquinas da Zitro. Juntam-se ao fenômeno que é Zitro Revolution que chegou a estas salas de jogos para levar diversão, entretenimento e grandes prêmios.

Sem dúvida, o videobingo de maior sucesso na América Latina e com uma grande aceitação por parte dos jogadores. (Com AzarPlus e Sector del Juego)

[0] Comentários

Revista da TAM recomenda os cassinos do Mercosul 24/04/2015 12:52:12

No BNL desta quarta-feira (22) destacamos que o Las Vegas Convention & Visitors Authority – LVCVA continua investindo para atrair os brasileiros para a cidade dos cassinos. Mas não são só os cassinos de Vegas que brigam pelos brasileiros, os países do Mercosul também criaram condições para receber os brasileiros.

A edição de abril/maio da Revista de Bordo da TAM veicula reportagem de duas páginas sob o título ‘Jogatina Sul – Americana’ (veja na nota abaixo) convidando os leitores a experimentarem o circuito dos cassinos da América do Sul e destaca a Argentina, Paraguai, Chile e Uruguai como os destinos das apostas.

A falta de um marco regulatório na área de jogos leva os brasileiros a apostarem nos cassinos da América do Sul, principalmente no Uruguai, Argentina, Chile e Paraguai. Agentes credenciados deste cassinos levam jogadores brasileiros para se hospedarem nos hotéis-cassinos. Atualmente, os brasileiros representam 70% da ocupação e 50% do faturamento do Conrad Punta del Este Resort & Casino.

O ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, anunciou que a intenção é que até o final deste ano comece a construção do Hard Rock Hotel na Ciudad del Este.

Esperamos que os deputados e senadores, que viajam pela TAM tomem conhecimento da reportagem e entendam que o Brasil está exportando consumo, dividendos e divisas na área de jogos para Las Vegas e países do Mercosul.

“Enquanto no Brasil permanece a hipocrisia, os países vizinhos fecham pacotes promocionais com a TAM para levar os brasileiros a jogarem nos seus cassinos e bingos. Assim estamos perdendo arrecadação e empregos no Brasil”, comentário indignado do amigo da Coluna, que enviou a foto da revista de bordo da TAM para a redação.  

[4] Comentários

'Jogatina Sul – Americana' 24/04/2015 12:47:57

 

Las Vegas é aqui do lado. Cassinos excelentes se espalham pelo território Sul-americano e são uma ótima opção de entretenimento para quem gosta de apostar com a sorte. Que rolem os dados!

Paraguai – Um oásis de charme e conforto em Assunção, o Hotel Guarani Esplendor tem ótima localização, conceito de hotel boutique e um cassino que não deve a nenhum outro na América do Sul. A cerca de 15 minutos de carro está outra ótima opção para jogar, o Casino de Assunción.

Chile – Os chilenos são conhecidos por seus excelentes vinhos, cidades belíssimas, povo simpático e, como se não bastasse, incríveis cassinos. Presente em polos turísticos como Santiago e Viña del Mar, o Enjoy Casino Resort, é não só um centro de entretenimento, como  também um refúgio relax – basta se entregar aos deliciosos tratamentos do spa para esquecer um pouco do mundo ao redor.

Uruguai – Na elegante e badalada Punta del Este, não faltam opções para curtir a noite. Quase se debruçando sobre o Rio da Plata, o Conrad Resort & Casino reúne luxo, diversão espetáculos em sua área de 4 mil m2, além de receber torneios de tênis e pôquer no espaço do hotel. Para quem vai visitar a capital, Motenvideu, as mesas do Mantra Resort Spa & Casino e do Radisson Montevideo Victoria Plaza Hotel são apostas certeiras.

Argentina – Na cidade em que os cassinos são proibidos em terra, o jeito foi construir na água. Na gastronômica região de Porto Madero, o Casino Buenos Aires é uma estrutura flutuante de três andares que, além dos jogos, recebe shows e outras atrações fantásticas. Mais para dentro do país está o maior cassino da América Latina, o City Center Rosário. Com cerca de 3 mil máquinas e mesas, agenda animadíssima e um complexo de compras e lazer no mesmo edifício, a diversão é garantida 24 horas por dia.

Nota: ao final, a reportagem indica os voos para os destinos sugeridos, horários, valores e hospedagens. 

[0] Comentários

Ricardo, Domingos, Leandro e Aparecido virão abrilhantar o festival do G.P. São Paulo 2015 24/04/2015 12:43:28

Jorge Ricardo, Altair Domingos, Francisco Leandro e José Aparecido, atualmente brilhando nas pistas da Argentina, tem presenças confirmadas no festival do Grande Prêmio São Paulo 2015

As feras internacionais, Jorge Ricardo, Altair Domingos, Francisco Leandro e José Aparecido, atualmente brilhando nas pistas da Argentina, tem presenças confirmadas no festival do Grande Prêmio São Paulo 2015, que será realizado no dia 03 de maio, no Hipódromo Paulistano.

Jorge Ricardo, o fenômeno brasileiros das rédeas, irá pilotar Montardon, enquanto o consagrado Altair "Nico" Domingos estará no dorso de Barolo; Francisco Leandro que, no momento lidera as estatísticas portenhas, será o jóquei de Veraneio e José Aparecido, que recentemente deixou São Paulo na condição de líder em Cidade Jardim, terá a responsabilidade de conduzir o animal Show.

Ricardo já tem, em sua extensa galeria de conquistas, duas vitórias na prova máxima do turfe paulista: Much Better, em 1994 e com Macbeth, em 2005. Domingos venceu em 2014 com Jaspion Silent, enquanto Aparecido faturou em 2012, com Invictus. Leandro ainda está em busca do 1º êxito. (JCSP)

[0] Comentários

Tribo da ‘Pocahontas’ exige mais direitos e desafia lobby dos cassinos 24/04/2015 12:42:46

Kevin Brown é o atual chefe da tribo Pamunkey

Se forem reconhecidos pelo governo dos EUA, os índios Pamunkey terão benefícios em saúde, educação e habitação. E poderão apostar no negócio do jogo na sua reserva no estado da Virgínia.

Pouco mais de quatro séculos depois de terem sido uma das primeiras tribos de nativos americanos a encontrar-se com colonos britânicos, os índios Pamunkey têm agora preocupações bem diferentes. Até ao final do mês deverão ficar sabendo se recebem o reconhecimento oficial do Gabinete Norte-Americano de Assuntos dos Índios, que lhes daria benefícios na saúde, educação e habitação, permitindo-lhes, além disso, construir cassinos nas suas terras na Virgínia. É esta exceção à lei do jogo daquele estado que já lhes valeu a oposição do poderoso lobby dos cassinos, liderado pelo MGM.

Lenda Pocahontas

“Estamos lutando pela nossa sobrevivência”, explicou Kevin Brown, o chefe eleito da tribo, ao britânico The Independent. Os Pamunkey, cujo número passou de mais de 20 mil no século XVII para pouco mais de 200 hoje, estão “perdendo cultura a cada geração que passa. Estamos perdendo o nosso sangue”, afirmou Brown. E a verdade é que na atualidade são pouco mais de meia centena os índios Pamunkey que vivem de forma permanente na reserva. Os restantes preferiram instalar-se em Richmond, a capital da Virgínia, ou noutras cidades americanas.

Quando os primeiros colonos britânicos fundaram Jamestown, os Pamunkey viviam em aldeias junto ao rio homônimo naquele que é hoje o estado da Virgínia. O seu chefe era Powathan, cuja filha, Pocahontas, teria segundo a lenda, salvo a vida do capitão John Smith, um dos britânicos que acabara de chegar ao Novo Mundo. Hoje, os Pamunkey são uma das duas tribos que mantêm as terras que lhes foram atribuídas pelos tratados de 1646 e 1677 assinados pelo governo britânico. (Diário de Notícias - Helena Tecedeiro) 

[0] Comentários

Paris Hilton é banida de seus próprios cassinos 24/04/2015 12:41:58

Paris Hilton é banida de seus próprios cassinos de Las Vegas

Paris Hilton e sua obsessão pelo pôquer está ficando fora de controle. A excêntrica da Família Hilton confessou estar varrendo as mesas de pôquer de Las Vegas, mas a verdade é que Paris teria perdido um carro no valor de US$ 200 mil.

Os pais de Paris, Ricky e Kathy Hilton,  já vetaram a entrada da filha nos cassinos da família assim que souberam da notícia.

Culpado por serem eles mesmos que entraram no mundo do pôquer, a gota d’água da proibição foi a perda de um Bentley Continental GT Rosa no valor de 184 mil euros.

“Quando souberam que ela tinha apostado o seu Bentley, perceberam que ela tinha perdido o controle. Ela adorava esse carro, e não o trocaria por nada deste mundo”, contou à revista Daily Star um amigo da famosa herdeira.

A empresária de 34 anos continua com sua louca vida e se espera que no futuro próximo tente novamente uma carreira no mundo da música com um novo disco. (Com Agências)

[0] Comentários

Las Vegas continua investindo para atrair brasileiros 23/04/2015 10:14:58

Segundo o LVCVA, Las Vegas recebeu a visita de 50 mil brasileiros em 2010. Em 2011, foi o sexto maior com 133 mil visitantes e em 2013 foram 187 mil

O Las Vegas Convention & Visitors Authority – LVCVA, autoridade do turismo da cidade de Las Vegas e uma delegação de 14 empresas da cidade, continua investindo para atrair mais brasileiros a visitarem a cidade, conforme revela o portal Panrotas (veja aqui). Depois da entidade reunir, em outubro do ano passado, em Las Vegas, 11 operadoras de turismo e 60 guias turísticos, a LVCVA está no Brasil para participar da WTM Latin America, que será realizada de quarta a sexta-feira, no Expo Center Norte, na capital paulista com o objetivo de aumentar ainda mais o número de brasileiros que visitam Vegas.

Em 2010, os brasileiros não estavam nem entre os dez principais visitantes estrangeiros de Las Vegas com menos de 50 mil por ano. Em 2011, foi o sexto maior com 133 mil visitantes e em 2013 foram 187 mil.

O Brasil, segundo o representante da LVCVA, Fernando Hurtado, é mercado que apresenta bom crescimento para Las Vegas. “Foram 187 mil em 2013 e em 2014, quando recebemos 41 milhões de turistas, esse número com certeza aumentou. Estamos finalizando as estatísticas”, disse.

Além da exportação do nosso consumo local na área de jogos para Las Vegas, países vizinhos e sites de apostas, o Brasil também perde oportunidades mercadológicas da cadeia produtiva do jogo, como empregos e divisas.

Fica a pergunta

Será que país não necessita dos recursos que são gastos pelos brasileiros em apostas nos países vizinhos e com os jogos ilegais?

Santa Ignorância e Santa Hipocrisia!!!

[4] Comentários

Rock in Rio em Las Vegas 23/04/2015 10:13:39

A Embratur vai aproveitar a semana do Rock in Rio Las Vegas para promover os destinos turísticos do País

A coluna do jornalista Leo Dias do jornal carioca O Dia revela que vários famosos, convidados por Carol Sampaio, já confirmaram presença no Rock in Rio Las Vegas, que acontece em maio. Pelo Hotel Urbano, ela vai levar: Cris Vianna, Paulo Rocha, Josie Pessoa, Daniel Rocha e Thaila Ayala. Já Giovanna Lancellotti, Ricardo Pereira e Paulo Vilhena foram convidados pela Embratur. Inclusive Lancellotti vai comemorar seu aniversário por lá.

Comento: 'azeitona na empada dos outros!

O Instituto Brasileiro de Turismo ou Embratur é uma autarquia especial do Ministério do Turismo responsável pela execução da Política Nacional de Turismo no que diz respeito a promoção, marketing e apoio à comercialização dos destinos, serviços e produtos turísticos brasileiros no mercado internacional e que trabalha pela geração de desenvolvimento social e econômico para o País, por meio da ampliação do fluxo turístico internacional nos destinos nacionais.

Curiosamente, o Instituto está convidando e patrocinando atores brasileiros para visitarem Las Vegas durante a realização do Rock in Rio de Las Vegas (saiba mais em  Mercado & Eventos).

Só para tentar entender: a entidade responsável pelo fomento do turismo no país está pagando para que brasileiros visitem a capital do jogo?

[0] Comentários

Atores jogam em mesas de cassino durante a Black Night Jack no Rio de Janeiro 23/04/2015 10:12:47

Klebber Toledo, Di Ferrero, Juliano Cazarré e Ellen Jabour participaram de evento promovido pela marca Jack Daniel's

Depois de marcar presença em um lançamento de sorvetes, no Rio, Klebber Toledo se juntou a Di Ferrero, Juliano Cazarré e à bela Ellen Jabour para participar de um evento promovido pela marca Jack Daniel's na noite desta segunda-feira (20), em Ipanema, na cidade. O quarteto se sentiu em um verdadeiro cassino de Las Vegas durante a Black Night Jack, que aconteceu no hotel Fasano.

Com direito a várias roletas e mesas de jogos, os famosos se divertiram na noite, que dá uma prévia do que vai acontecer no esperado Rock in Rio de Las Vegas. Os atores viajam para prestigiar os shows, que acontecem nos dias 8, 9, 15 e 16 de maio, rumo à cidade norte-americana, a convite da marca.

Pelo Instagram, Ellen postou uma foto com os galãs e vibrou com o momento: "Uma prévia do que vai ser em Vegas. Amigos no Jack Daniel's", escreveu a beldade, ex-namorada do ator Rodrigo Santoro. O casal ficou junto por quatro anos e terminou em 2008, segundo ela, porque Rodrigo incorporava o Don Juan. Atualmente, ele namora a atriz Mel Fronckowiak. (Pure People)

[0] Comentários

Cirque du Soleil vendida aos chineses da Fosun e norte-americanos da TPG 23/04/2015 10:12:10

A TPG tem investido no segmento de entretenimento, onde se destaca o cassino Caesars Palace de Las Vegas

O Cirque de Soleil assinou um acordo para vender sua participação majoritária no grupo para um consórcio formado pelo fundo de investimento norte-americano TPG Capital e o grupo chines Fosun. O negócio, avaliado em US$ 1,5 bilhões, deverá estar concluído no terceiro trimestre. A transação foi anunciada nesta segunda-feira (20).

O fundador bilionário do grupo circense, Guy Laliberte, vai manter uma fatia no negócio e continuará a fornecer estímulo criativo e estratégico à empresa.

O fundo de investimentos chinesa Fosun e o a empresa de administração de fundos de pensão Caisse de Depot vão deter uma participação minoritária.

De acordo com a Reuters, o fundo internacional TPG é dono da Caesar's Entertainment, mantenedora de cassinos como o Rio - onde acontece a WSOP (World Series of Poker), o Paris, o Planet Hollywood, o Flamingo e vários outros e o Fosun detém os resorts Club Med.

O Cirque de Soleil possui 4 mil funcionários no mundo, incluindo mais de 1,3 mil artistas. Em Montreal, sua sede, tem 1,5 mil empregados.

[0] Comentários

Governo grego privatiza as apostas em corridas de cavalo 23/04/2015 10:11:39

A agência de privatizações da Grécia vai assinar com a OPAP o contrato de licenciamento das apostas em corridas de cavalos

A HRADF, a agência estatal de privatizações da Grécia, marcou para dia 24 de abril - por coincidência o dia da reunião informal do Eurogrupo (órgão dos ministros das Finanças da zona euro) em Riga - a assinatura do contrato de licenciamento exclusivo por 20 anos dos jogos de apostas em corridas de cavalos com a principal empresa privada de jogos do país, a OPAP Investment Ltd, anunciou a Reuters. A OPAP foi vencedora da concorrência promovida pelo governo anterior, tendo oferecido 40 milhões de euros (quase oito vezes mais do que um outro concorrente desclassificado).

É o primeiro fechamento de contrato de privatização - no caso de licença de jogos, que estava em mãos de uma entidade pública, a ODIE - que o novo governo liderado pelo Syriza concretiza. A própria OPAP Investment Ltd é fruto da privatização em 2013 da original OPAP (Organização Helénica de Prognósticos de Futebol) que detinha o monopólio da loteria e das apostas desportivas, adquirida por um grupo de investidores checos, eslovacos, gregos e russos, incluindo o grupo bancário russo ICT. Entre os investidores gregos consta o empresário do petróleo Dimitris Melissanidis. O Syriza antes de ganhar as eleições em janeiro criticou a privatização da OPAP como "um crime nacional" e um escândalo financeiro. (Expresso Sapo - Jorge Nascimento Rodrigues)

[0] Comentários

Os argumentos de FH também valem para a legalização do jogo 23/04/2015 10:10:24

"A abordagem proibicionista só interessa ao crime organizado, que se fortalece na ilegalidade. A alternativa a esta política repressiva não é legalização e sim a regulação", comentou Fernando Henrique Cardozo

Em entrevista ao jornal O Globo desta quarta-feira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardozo defende e legalização das drogas com argumentos que poderiam ser perfeitamente aplicados na legalização do jogo. O ex-presidente vê descompasso entre sociedade civil e representantes nessa discussão e defende que STF acelere processo. “O Congresso e os partidos não acompanharam o avanço do debate sobre drogas”, diz FH.

Embora a sociedade brasileira venha avançando no debate sobre política de drogas, os representantes ficaram para trás nessa discussão. A avaliação é do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, hoje à frente da Comissão Global de Políticas sobre Drogas. Em entrevista exclusiva ao GLOBO, por e-mail, ele afirma que o STF “poderia dar um passo adiante”, tirando o consumo de drogas da esfera criminal. “Nas sociedades abertas, há uma tensão permanente e fecunda entre inovação e conservação. São as inovações que transformam as instituições”, argumenta o ex-presidente, que hoje palestrará no painel “Reforma Global de Política de Drogas: América Latina”, organizado pela Open Society Foundations, no Museu de Arte do Rio (MAR). Clique aqui e confira a íntegra da entrevista.

Quais as consequências da atual política global de drogas?

FH - A política de drogas baseada na proibição indiscriminada de todas as substâncias e na criminalização de todo e qualquer uso de drogas é acima de tudo um fracasso. Décadas de “guerra às drogas” não reduziram nem a produção nem o consumo. As drogas podem fazer mal à saúde, mas a repressão tem consequências ainda mais desastrosas: violência, corrupção, fortalecimento do crime organizado, violação de direitos, dificuldade de acesso ao tratamento, ineficácia das ações de prevenção.

Comento

O longo período de proibição do jogo no Brasil, cerca de 73 anos, acabou rotulando equivocadamente esta atividade como uma questão moral, a exemplo do aborto e das drogas. A legislação proibitiva não alterou o cenário de ilegalidade do jogo no Brasil.

Em tempo

O Globo lidera o lobby da mídia pela legalização das drogas, mas tem linha editorial contrária a legalização dos jogos. Infelizmente, desconhecemos a motivação...

[0] Comentários

Panamá ganha seu primeiro cassino de luxo 20/04/2015 19:11:29

Paula Monasque, da PANROTAS, com os representantes do Ocean Sun Casino, Carlos Tocchio e Carlos Cardama

Tornando-se cada dia mais um destino voltado ao turista, o Panamá ganhou, em outubro, mais uma opção de entretenimento para os visitantes: o Ocean Sun Casino.

Parte do grupo sul-africano Sun International e localizado na Cidade do Panamá, o novo empreendimento recebeu investimento de US$ 105 milhões e ocupa uma área de 7,2 mil metros quadrados no mezanino do edifício Trump Ocean Club International Hotel & Tower, oferecendo diferenciais como a área exclusiva Panaviera, localizada no 66° andar do edifício, com serviço de bar e uma piscina com borda infinita.

Outro destaque fica por conta das chamadas villas, conceito de hospedagem direcionado a clientes vips do cassino, que podem desfrutar de um serviço de mordomo 24 horas por dia. Localizadas no 65° andar do empreendimento, as villas oferecerem seis suítes de luxo para acomodação.

“O Panamá é um verdadeiro hub, não só no que diz respeito às conexões aéreas, como também no que se refere à localização geográfica, já que pode ser considerado uma porta de entrada para os Estados Unidos, sem contar que o clima não apresenta grandes oscilações durante o ano e é uma ótima alternativa para quem quer fugir do inverno”, afirmou um dos representantes do Ocean Sun Casino no Brasil, Carlos Tocchio. Ele e o também representante Carlos Cardama visitaram hoje a redação da PANROTAS para falar sobre as novidades panamenhas.  (Panrotas)

[3] Comentários

AGA lança campanha contra o jogo ilegal nos Estados Unidos 20/04/2015 19:10:01

Uma nova campanha pública será lançada pela AGA em um esforço para impedir as práticas ilegais: “Pare com as apostas ilegais – Jogue seguro”

A American Gaming Association – AGA lançou campanha mundial contra o jogo ilegal com o conceito: ‘Stop Illegal Gambling – Play It Safe’, que seria em tradução livre ‘Pare com as apostas ilegais – jogue seguro’.

Como o jogo no mercado negro está prosperando nos EUA através de bilhões de dólares de lucros a cada ano, os líderes deste mercado estão pedindo ações contra jogos ilegais. A afirmação foi feita no MGM Resorts ‘Beau Rivage’ pelo CEO da American Gaming Association (AGA), Geoff Freeman. Ele também tem alarmado que a ação é necessária o mais rapidamente possível.

O executivo-chefe, no entanto, disse que deve existir uma distinção clara entre os principais operadores de jogo e a multidão barulhenta que não foi licenciada pela AGA. Freeman apontou as quatro principais fontes de jogo ilegal - apostas desportivas fora de Nevada, máquinas de jogos, sites de apostas internacionais e cybers café.

De acordo com Freeman não só as plataformas mencionadas arrecadam até US$ 4 bilhões anualmente dos americanos, mas elas são “fáceis de confundir com uma operação legal”. A maioria dos operadores está localizada na “América Central ou lugares como a Ilha de Man”. Uma delas é a PokerStars, que teve a sua licença de pôquer recusada pela AGA após uma campanha de relações públicas contra crimes de jogos de azar, como a US Gambling Laws.

Uma nova campanha pública será lançada em um esforço para impedir as práticas ilegais: “Pare com as apostas ilegais – Jogue seguro”. A iniciativa tem o objetivo de fazer com que os oficiais da lei vejam mais de perto as fraudes.  A nova campanha inclui pesquisa de jogo, centro de informações on-line e organismo consultivo especializado.  (Gamingzion.com)

[0] Comentários

PokerStars informa que colocou o pé nos EUA 20/04/2015 19:09:17

David Baazov, diretor executivo da Amaya Gaming, disse que a PokerStars deve estar operando em Nova Jersey no próximo mês de outono

A PokerStars está prestes a começar um novo negócio nos Estados Unidos. A informação pode ser encontrada na forma de um post em mídia social (tweets), publicado pelo jornalista do The Press Atlantic City, Reuben Kramer, informa o gamingzion.com.

O post cita o dono da Resorts Atlantic City, Morris Bailey dizendo que eles esperam que a licença que está sendo dada para a PokerStars num futuro próximo. “O proprietário do Resorts, Morris Bailey diz que os reguladores estão perto de terminar processo de aprovação da PokerStars e que espera estar satisfeito com o resultado” foram as palavras de Kramer's.

David Baazov, diretor executivo da Amaya Gaming, disse que a PokerStars deve estar operando em Nova Jersey no próximo mês de outono. Um acordo está esperando para ser definido na proposta da Amaya para tornar-se a presença online no Resorts Atlantic City imediatamente após que a licença for garantida.

Como existem muitos sites de poker online nos EUA oferecidos pelos Resorts em cooperação com empresas como a Sportech e NYX Gaming, poderia se perguntar se há a necessidade de um novo. Provando que os céticos estão errados, Bailey também mencionou a criação de uma nova sala de pôquer ao vivo, uma vez que a PokerStars ao receber a aprovação, iria preencher a necessidade do mercado.

[0] Comentários

Após vitória sobre PSG, Barcelona vira favorito de casas de apostas 20/04/2015 19:08:13

Quem apostar em título de PSG na Liga dos Campeões pode ganhar até 301 euros

A rodada de terça-feira da Liga dos Campeões colocou o Barcelona nas casas de aposta como o grande favorito para a conquista do título. A vitória sobre o PSG, em Paris, por 3 a 1, foi favorecida por resultados não tão bons de seus principais rivais. O Real Madrid pressionou, mas acabou não saindo do empate contra o Atlético de Madrid. Já o Bayern de Munique foi surpreendido pelo Porto, em Portugal, por 3 a 1.

Os sites de apostas Bwin paga 2,5 euros pela vitória do Barcelona no campeonato. Já no 888sport, o lucro é ainda menor 2,45 euros. Bet365 e Sportium dão premiação de 2,37 euros e 2,3 euros, respectivamente.
O revés no Porto fez com que o Bayern de Munique passasse a pagar 4,5 euros nos sites Bwin e William Hill em caso de conquista do clube alemão. No Bet365, Sportium e 888Sport, a vitória do time de Pep Guardiola rende ainda mais: 5 euros.
Apesar da dura batalha que terá pela frente contra o Atlético de Madrid, o Real Madrid passou a ser o segundo clube favorito ao título. Atrás do Bayern de Munique, Juventus e Atlético de Madrid são o quarto e o quinto clubes favoritos ao título.
Após a derrota em casa por 3 a 1, o PSG passou para a oitava posição. Caso o clube francês consiga reverter a desvantagem para o Barcelona no Nou Camp e chegue ao título inédito, o apostador receberá 301 euros para cada euro apostado. (Máquina do Esporte - Adalberto Leister Filho - São Paulo - SP)

[0] Comentários

Curso de patologia em ‘país sem jogo’ 17/04/2015 17:12:03

A dependência de jogos de azar é a terceira mais comum, atrás apenas do álcool e tabaco

Um executivo do setor que sabe das coisas, fez uma provocação sobre a notícia do VIII Curso de Transtorno de Controle do Impulso promovido pelo Instituto de Psiquiatria da FMUSP veiculada em destaque na edição de quarta-feira (15) do BNL. Um dos temas do curso será o Jogo Patológico, ou seja, o jogador compulsivo, que possui dependência ou vicio em apostas. A provocação deve-se ao fato de vários atores afirmarem que o Brasil não tem vocação para o jogo e que se este setor for legalizado o país enfrentará problemas com a compulsão. Esta afirmação é mais um mito criado em torno do jogo, pois fica parecendo que não existe jogo ilegal no país.

“O BNL deu notícia de um curso sobre tratamento de jogo compulsivo. Mas esta patologia não pode existir no Brasil, pois o país não tem jogo desde o ano de 1946. Estes ensinamentos servirão apenas para indivíduos com aproximadamente 100 anos de idade”, ironizou o amigo da Coluna.

Provocação à parte, o curso coordenado pelo psiquiatra Hermano Tavares, que é coordenador do AMJO (Ambulatório de Jogo Patológico e Outros Transtornos do Impulso) do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP custa R$ 4.500,00.

Em várias entrevistas, Hermano Tavares sempre comenta que não há estudos epidemiológicos sobre Jogo Patológico na América Latina, mas alguns levantamentos disponíveis mostram que em grandes aglomerados urbanos onde jogos de azar estão legalizados e acessíveis a prevalência oscila ao redor de 2% de jogadores patológicos (nível 3), mais 3% de jogadores problemas (nível 2).

Níveis de patologia

Howard Shaffer da Universidade de Harvard propôs a divisão dos jogadores em três níveis: nível 1) joga com frequência variável, mas nunca enfrentou problemas ocasionados pelo seu hábito; nível 2) joga com frequência, tem sofrido problemas oriundos do seu hábito (débitos pendentes, discussões com familiares, etc.), mas as funções sociais não foram significativamente comprometidas; nível 3) joga repetidamente e cursa com prejuízo funcional (dívidas vultosas, sofrimento dos laços familiares, perda de emprego, furto, estelionato, desmoralização, etc.). O nível 0 seria para aqueles que não fazem apostas, ou somente o fizeram muito esporadicamente ao longo da vida. O nível 3 corresponde em Psiquiatria ao que chamamos de Jogador Patológico.

“Se o bingo vai mesmo ser legalizado, é preciso que se destine uma porcentagem do que for recolhido para centros de prevenção e pesquisa em jogo patológico”, comentou o psiquiatra Hermano Tavares em entrevista a Folha de São Paulo.

ABERJ tentou ajudar os apostadores compulsivos do Rio de Janeiro

Quando os bingos estavam legalizados o então presidente da Associação dos Bingos do Estado do Rio de Janeiro – ABERJ, José Renato Granado (foto) tentou estabelecer uma parceria pioneira com o núcleo dos Jogadores Patológicos do Rio de Janeiro. O objetivo da parceria era criar um fundo financeiro para patrocinar a contratação de profissionais especializados e, com isto, minimizar os impactos negativos desta atividade junto aos apostadores dos bingos do estado que estivessem enfrentando problemas de patologia. Infelizmente, a proposta foi recusada pela entidade.

Especialistas no assunto argumentam que a oferta de jogo de azar com a legalização aumenta a incidência de casos de jogo patológico, mas depois de um período inicial a taxa de problemas com o jogo compulsivo acaba se estabilizando dentro dos patamares da média mundial.

O distúrbio atinge cerca de 2% da população ao longo da vida. A dependência de jogos de azar é a terceira mais comum, atrás apenas do álcool e tabaco segundo Hermano Tavares.

[0] Comentários

Façam seu jogo 17/04/2015 17:05:48

O professor Bayard Boiteux (esquerda) com o presidente da ABEOC, Aloysio Teixeira

Sessenta porcento dos cariocas são favoráveis à legalização do jogo, segundo pesquisa – que ouviu 2 mil moradores da cidade – coordenada pelo professor Bayard Boiteux, do site Consultoria em Turismo, encomendada pela Associação dos Embaixadores do Turismo do Rio. Os entrevistados acham que o jogo pode melhorar o turismo (40%), gerar empregos (35%) e aproveitar a ociosidade de alguns hotéis (25%).

Os 40% contrários à legalização temem corrupção nos negócios (60%), prostituição (25%) e imagem negativa da cidade (15%).

“Contratei a pesquisa”, diz Aloysio Teixeira, presidente da associação, “para identificar se a cidade receberia bem os cassinos e acho que é um bom começo para uma nova discussão do assunto”. (Fatos & Comentários – Monitor Mercantil)

[0] Comentários

Próxima >>